27 de fevereiro de 2010

Jardim da Pedra foi Alvo de Vandalismo




Segundo o boletim informativo da Gebalis, “O meu Bairro”, de Março 2010, o Jardim da Pedra sofreu actos de vandalismo, mas não reflectem o sentimento da esmagadora maioria dos moradores e visitantes do Bairro da Boavista (Lisboa).


Pelas fotos que o boletim apresenta, repara-se nas pegadas no piso de borracha. Foram colocados avisos que o piso de borracha tinha sido colocado e precisava de secar, mas alguns moradores não deram muita atenção aos avisos e estragaram o piso.


Durante este fim-de-semana, deslocamo-nos ao local, e deparamo-nos não só com o piso de borracha vandalizado, mas até os novos equipamentos infantis foram grafitados. Segundo os populares, este equipamento , foi instalado como se vê nas fotos em baixo, não veio novo para aqui.


Recorde-se que a Gebalis investiu 80.673,20 euros + IVA nos dois Jardins da Pedra.

Esta tinha sido uma aposta forte por parte da Gebalis no aumento da oferta de espaço de brincadeiras destinados às crianças.


É uma grande tristeza! Andamos aqui a tentar melhorar o bem comum, para isto!? Será que vale a pena apostar? Pensem: este espaço é teu, meu e de todos que utilizam, estima-o!


Chamamos à atenção das entidades competentes, que os dois parques infantis ainda não têm iluminação e que, portanto, a insegurança persiste nestes dois locais. Há falta de segurança durante a noite. As queixas não são só dos moradores, mas também dos comerciantes que têm de abrir as suas lojas, às 6.00 horas da manhã.

Foi resolvido o Problema na Rua 3



No passado dia 1 de Fevereiro, tínhamos dado notícia neste blogue de uma casa do Bairro, habitada por uma senhora idosa, de 66 anos.


Tratava-se de uma casa unifamiliar, rodeada de lixo, com ratos dentro, sendo estes visíveis nas janelas (conforme se podia ver nas fotografias então publicadas). A situação era ainda mais complicada, uma vez que, sem a presença do seu filho, a senhora não permitia a entrada de quaisquer desconhecidos dentro da sua habitação. A lixeira visível a olho nu evidenciava as más condições de salubridade, higiene e acessibilidade.


Mas agora, e após um ano e meio de queixas junto das entidades competentes, os moradores da Rua 3 já podem dormir descansados. A Gebalis deu ouvidos aos moradores e, em colaboração com a Associação de Assistência São Paulo, resolveu o problema.


Durante 13 dias, a Equipa de Rua do Projecto “Cidade Segura – LX” seguiu de perto esta situação tentando dialogar com a idosa e com alguns familiares e, no final, conseguiu também a limpeza do fogo.


Durante a intervenção de limpeza, a moradora esteve sempre presente, e pôde seleccionar os objectos que gostaria de manter. Estes foram armazenados num espaço da Associação de Assistência de São Paulo, de modo a serem posteriormente restituídos.


O restante lixo foi despejado nos vários contentores do lixo do Bairro. Pudemos constatar, como vários moradores, que se encontrava lá um pouco de tudo: telhas, colchões, madeiras, ferros, etc.


A equipa começava a trabalhar às 18.00 horas para acabar pelas 04.00 horas da manhã do dia seguinte, retomando este ritmo por vários dias. Entretanto, a intervenção já foi concluída.


Segundo o relatório elaborado, o fogo não apresenta condições de habitabilidade, nomeadamente por falta de fornecimento de água e de isolamento térmico, e devido a infiltrações.


O blogue dá os parabéns a todos que contribuíram para a resolução deste problema.

22 de fevereiro de 2010

AGRUPAMENTO DE ESCUTEIRO



Com serenidade, A Igreja São José cumpriu todas as normas do Corpo Nacional de Escutas, têm vindo a trabalhar ao longo dos últimos dois anos na formação de um Agrupamento de Escuteiros na nossa Paróquia.

Esta semana vão dar os primeiros passos envolvendo crianças e encarregados de educação. Assim, na 4ª Feira, dia 24, às 21.30h, no Salão Paroquial, terão reunião com os encarregados de educação que estejam interessados neste projecto; no Sábado, dia 27, a partir das 10,00h, e durante todo o dia, haverá uma primeira acção, que começa na igreja, com crianças, dos 7 aos 11 anos.

Os interessados podem obter mais informações na referida reunião ou na igreja, ao longo da semana.

1º Conselho Económico Paroquial


No Domingo, dia 21, na Missa das 10,00h, tomou posse o 1º Conselho Económico Paroquial de São José do Bairro da Boavista. Este Conselho é constituído com 5 elementos da comunidade crista e mais o pároco.

Foi um momento importante, pois é um sinal que a Paróquia vai dando passos seguros rumo à sua consolidação como Paróquia.

Como o nome indica, este é um órgão que serve para aconselhar e ajudar o Pároco na administração dos bens da Paróquia. A sua acção é importante no acompanhamento de obras, projectos, lançamento de campanhas de angariação de fundos, etc.

E muito há a fazer na nossa Paróquia. Está em fase de projecto a construção de uma nova igreja e respectivo centro social paroquial. Entretanto, foram feitas obras indispensáveis na actual: o que teria acontecido com este Inverno rigoroso se essas obras não tivessem sido feitas?

Ainda estamos a pagá-las, e todas as ajudas são bem vindas… Obrigado a quem possa ajudar-nos.



Bairro da Boavista já tem um Parque Intantil


O Clube Desportivo Lisboa e Águias instalou-se na nova sede há pouco mais de um mês. Agora, as antigas instalações estão ao Deus dará.

Durante a manhã de sábado, 20 de Fevereiro, pôde-se ver que alguns adultos, muitos jovens e crianças estavam a brincar no novo “parque infantil”.

Crianças, entre os 5 os 12 anos, estavam a partir o que resta da antiga escola dos rapazes – as antigas instalações do “Águias”. A qualquer momento, a estrutura pode cair, dado que foi retirada a maior parte do ferro que a segurava. Aos poucos, a degradação é visível.


Segundo os populares, alguns sócios e simpatizantes do Clube estão a entrar nas instalações já destruídas por curiosidade. Quem nelas entrar, pode ver documentação espalhada pelo chão: fichas de antigos jogadores, taças, fotografias, e até facturas actuais. Alguns sócios tristes pela forma como foram encerradas as velhas instalações, recordam que o Clube Desportivo Lisboa e Águias foi um dos clubes amadores a levar mais adeptos a assistir aos jogos e, na época 1962/63, foi campeão amador.


É preciso dar uma resposta a este caso. A demolição e a limpeza deste edifício são urgentes para prevenir problemas futuros.

Nota: Enviámos fotos da degradação do edifício ao Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Dr. António Costa, dando conhecimento ao Vereador do Desporto, Dr. Manuel Brito, ao Vereador do Urbanismo, Dr. Manuel Salgado, à Presidente da Junta de Freguesia de Benfica, Dra. Inês Drummond, ao Vogal do Desporto, Dr. João Carlos Pereira, e à Administração da Gebalis, EM.

18 de fevereiro de 2010

Buracos e mais buracos, farto de buracos!


É uma preocupação de todos, mas ninguém faz caso dos buracos que estão em várias ruas do Bairro da Boavista (Lisboa). Mas este é um péssimo cartão de visita para quem atravessa todos os dias as ruas do Bairro.

É na Rua D. Catarina, junto da paragem dos autocarros da Carris, 711 e do 24, na Rua António Pinho, na Rua 4, Rua D. Brites: enfim, os buracos andam por aí.

Também há falta de calçada nos passeios. Em Setembro, andaram a tapá-los, mas só fizeram estes trabalhos nas principais ruas. Se vamos até ao Lote 1, na Rua das Buganvílias, encontramos buracos nos passeios e no Jardim da Pedra também os há.

Mas há que dizer que alguns destes buracos nos passeios estão lá por culpa dos comerciantes. É o caso do Mini-Preço: o camião estaciona em cima do passeio e, primeiro, impede a circulação dos peões, depois danifica a calçada.

Já perdemos a conta dos pedidos à Câmara Municipal de Lisboa. Mas a situação continua. Para quando os pinos?

Recentemente a Junta de Freguesia de Benfica, fez um levantamentos dos buracos. Mas já lá vai um mês, e tudo está ainda sem resolução!...

13 de fevereiro de 2010

Carnaval 2010


Uma manhã sombria, chuvosa e fria impediu o desfile conjunto Escola Básica 1º Ciclo nº 125 e do Centro de Acolhimento Infantil, pelas principais artérias do Bairro. Ao contrário de anos anteriores, o som, a música, o colorido e a alegria das crianças não saíram à rua para regozijo de pais, avós e outros familiares.


Foi pena, depois tanto trabalho investido no evento por parte da Escola, do C.A.I. e das famílias das crianças.


Na Escola nº 125, os alunos e as alunas vestiam-se como queriam: uns de príncipes, algumas meninas de fadas, outros ainda de zorro ou homem-aranha.


Já o C.A.I., por seu lado, com o apoio das famílias das crianças, elaborou vários fatos, dando as famílias sacos plásticos e alguns acessórios de que se viriam a fazer os fatos. O resultado foi lindo: uns de polícia, outros de príncipes, algumas meninas de peixeiras; até havia coelhos e ecopontos, e bandas de música.


Mas o tempo mais uma vez impediu a festa carnavalesca das crianças do Bairro da Boavista.


Este ano foi assim, para o ano logo se verá.


12 de fevereiro de 2010

Fotos do Bairro da Boavista - FADOS NO SOCIAL


Vista Geral da sala do Social


Méloca e Gebriela


André Ramos e o Amigo


André Ramos e Luis Matos


André Ramos




Luis MAtos


Diana Vilarinho



Vitor Miranda


Luis Graça


Ricardo Ribeiro



Armando Ribeiro



Sónia Silva



Ana Maurício 


José Dias



Antonio Viana






Os Guitarristas


Pedro Galveias

9 de fevereiro de 2010

Juntos na Diabetes


Das 9h00 às 18h00 da próxima Quinta-feira, dia 11 de Fevereiro de 2010, a Farmácia da Boavista realizará um programa de informação sobre a Diabetes.


O programa “Juntos na Diabetes” é um projecto que tem o objectivo de melhorar a saúde do doente diabético.

Diabetes mellitus é um nome simples para caracterizar uma doença crónica, que requer alguns cuidados importantes. Quando devidamente tratada e acompanhada, a Diabetes não impede de ter uma vida perfeita normal e autónoma.


O programa “Juntos na Diabetes” vai intervir em 4 áreas:


- Alimentação na Diabetes (11 Fevereiro);

- Avaliação de Risco Cardiometabólico;

- Higiene e cuidado dos Pés;

- Protecção de Órgãos Alvo (Olhos, Rins, Cérebro e Coração).


O Rastreio é simples e gratuito, e toda a informação prestada nestas 4 áreas será feita por um Nutricionista.


4 de fevereiro de 2010

História do Bairro da Boavista

Caros Moradores e Visitantes,

Sou o Joaquim Sousa Pinto, morador do Bairro da Boavista (Lisboa), e autor das seguintes redes sociais na internet:

* Blogue Bairro da Boavista - Lisboa

* Facebook

* Hi5

* Youtube

* e, mais recentemente, o Twiter

Criei estes espaços para divulgar o nosso Bairro, de modo que, através da internet, toda a gente conseguisse saber tudo o que se passa por cá em tempo real.

Tenho recebido vários elogios. Não criei estas redes sociais da internet para “arranjar guerras” ou ”confusões”. Não! Foi para dar conhecer o que fez faz por cá, seguindo atentamente as várias entidades que operam no Bairro, e também para dar a conhecer coisas que necessitam de ser melhoradas, algumas situações como casas, buracos, quedas de árvores, etc.

No passado mês de Novembro de 2009, frequentei o RVCC no CIVEC em Benfica e gostei muito. Se ainda não tem o 9º ano, aconselho vivamente a frequentá-lo.

Ao longo do processo do RVCC, tínhamos de escolher um tema. Eu escolhi o Bairro da Boavista, local onde vivo, onde vivem os meus pais, os meus 13 irmãos, 17 sobrinhos e o resto da família. Através desse projecto, tive oportunidade saber um mais pouco sobre o passado, o presente e o futuro do Bairro da Boavista. Procurei em jornais, em revistas, em publicações de livros da Gebalis, como “Outro Bairro”, e até na tese da Dra. Manuela. Com ajuda indispensável da Ana Paula Figueiredo, tudo foi mais fácil. Construí o seguinte trabalho, com algumas fotos que são da autoria do Arquivo Municipal, da Foto Kell e de alguns moradores.

Espero que gostem e que recordem o que foi o Bairro da Boavista, para conhecer melhor o que ele é no presente.

Historia_do_Bairro_da_Boavista[1]

1 de fevereiro de 2010

Bairro da Boavista com montra na Internet


O site do Programa Escolhas 4ª Geração colocou a seguinte mensagem sobre o blogue:


Podia ser um jornal do bairro, mas em 2010 chama-se blogue. Não é feito por jornalistas profissionais chamados de longe, mas dinamizado por um jovem morador que nos dá a sua visão próxima e vivida do que ali se vai passando. Não tem uma tiragem limitada àquela zona, mas pode ser visto em todo o planeta em tempo real.

Neste espaço que começou por ser só do Joaquim Sousa Pinto e que agora já é de muita gente, divulga-se o bairro, partilha-se o que se vive e o que se vai fazendo nas redondezas e vão-se juntando as opiniões dos moradores, a quem é pedido que ali partilhem o que gostam mais e menos no seu bairro.

PARTICIPAÇÃO é o convite feito a todos.