29 de setembro de 2009

O prometido foi cumprido


O prometido foi cumprido

Após vários meses a Câmara Municipal de Lisboa colocou passadeiras junto da Escola Básica nº 125.

Durante a visita do Vereador do Desporto, Dr. Manuel Brito, eu tive oportunidade de denunciar vários problemas do Bairro, entre elas a falta das passadeiras, em cuja colocação muito insisti. Também se reforçaram algumas passadeiras em alguns pontos do bairro.

Também foram colocados 4 bancos de jardim, conforme o pedido da moradora Gilda Caldeira.







Até ao fim desta semana também será resolvido o problema das calçadas.


A passagem do autocarro Lisboa com Sentido

A passagem do autocarro Lisboa com Sentido

no Bairro da Boavista


Durante esta manhã, 29 de Setembro, o autocarro da campanha Lisboa com Sentido marcou presença no Bairro da Boavista.


Nesta visita estive o candidato à Junta de Freguesia de Benfica, Sr. Domingos Pires, também alguns membros da lista do PSD/CDS à Junta e a Câmara Municipal de Lisboa.


A comitiva ofereceu cds de música incluindo o tema da campanha, também o programa Lisboa com Sentido encabeçado pelo Pedro Santana Lopes.


Não existia muita gente acompanhar a comitiva.

28 de setembro de 2009

O Bairro da Boavista foi a votos


O Bairro da Boavista foi a votos

Eram 8h e já havia vários moradores a querem votar. Na escola nº 125 existia 3 mesas de votos (25ª, 26ª e 27ª), totalizando 3462 eleitores inscritos.


A ida aos votos decorreu normalmente, sempre com afluência as urnas. Alguns moradores queixaram-se no entanto de dificuldades para encontrar a sua mesa de voto devidas ao novo Cartão do Cidadão. Este cartão veio substituir o Bilhete de Identidade, o Cartão de Contribuinte, o Cartão Beneficiário da Segurança Social, o Cartão de Utente do SNS e o Cartão de Eleitor. O Cartão do Cidadão foi lançado em 2007 e actualmente 1.7 milhões portugueses já o utilizam.

Nestas votações, viu-se famílias inteiras de etnia cigana a votar, o que é muito positivo visto que muitos destes cidadãos nunca tinham votado.

A noite de vitória sentiu-se para o lado do CDS, um partido que há muito era esquecido aqui no bairro, mas que este ano recebeu bastantes votos.

Os eleitores votaram nos seguintes partidos:

No Bairro da Boavista

CDS – 211 votos

PS – 843 votos

PND – 10 votos

MMS – 4 votos

B.E. – 234 votos

PPV – 11 votos

PTP – 7 votos

POUS – 4 votos

MPT – 6 votos

PSD – 183 votos

PNR – 8 votos

MEP – 9 votos

CDU – 331 votos

PPM – 9

MRPP – 38 votos

MESA 25 - Brancos, 8. Nulos, 14. Votantes, 666.
MESA 26 - Brancos, 8. Nulos, 7. Votantes, 741.
MESA 27 - Brancos, 6. Nulos, 4. Votantes, 542.
TOTAIS: Brancos, 22. Nulos, 25. Votantes, 1.949

Votação Nacional por Partido:

Inseridos dos cadernos eleitorais 9 337 314 eleitores (100%)


PS com 2 068 665 votos, que obteve 36,6% = 96 deputados.

PSD com 1 646 097 votos, que obteve 29,1% = 78 deputados.

CDS-PP com 592 064 votos, que obteve 10,5% = 21 deputados.

BE com 557 109 votos, que obteve 9,9% = 16 deputados.

CDU com 446 174 votos, que obteve 7, 9% = 15 deputados.


Outros partidos com 169 986 votos, que obteve 3,1%

Brancos com 98 993 votos, que obteve 1.7%

Nulos com 94 274 votos, que obteve 1.3%


Abstenção com 3 683 953 eleitores, que obteve 39,4%


Também o MRPP passou a barreira dos 50 mil votos, tendo assim 52 663 votos; mas não elegeu nenhum deputado. O MEP – Movimento Esperança Portugal, na primeira vez que foi a votos para as Legislativas, obteve 25 338 votos. Partido Pró-Vida foi excluído do círculo eleitoral de Lisboa.

Candidata pelo PS à J.F. Benfica

Inês Drummond - 35 anos
(Candidata pelo PS à J.F. Benfica)
Tem dois filhos, é Licenciada em Relacões Internacionais e Mestre em Desenvolvimento e Cooperação Internacional pelo ISEG/UTL. É Vice-Presidente do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) desde Abril de 2004 e membro do Secretariado Nacional da UGT desde Outubro de 2004



Candidato-me à Junta de Freguesia de Benfica por considerar poder contribuir para um melhor desenvolvimento da Benfica. Mais do que nunca o papel da Juntas de Freguesia, face à proximidade com os cidadãos é crucial.
É nas Juntas de Freguesia que as pessoas deverão encontrar o apoio que precisam.
É necessário que a Junta de Freguesia de Benfica volte a investir nas pessoas. Benfica tem que ser solidária no apoio à comunidade em geral e às famílias em particular. Tem de apoiar o comércio tradicional, apoiar as IPSS, e as forças vivas da Freguesia, para todos juntos construirmos uma Benfica Solidária.




Queremos apoiar as famílias:

1. Na segurança, que tanto nos preocupa;
2. Na acção social, protegendo as nossas crianças, os nossos idosos e promovendo uma eficaz e equilibrada inserção económica e social;
3. Na saúde, retomando o projecto de cuidados continuados de saúde e promovendo a abertura de mais unidades de saúde familiar;

4. Na educação, tão importante para os nossos filhos;

5. Na mobilidade e transportes com especial relevo para as crianças, idosos e incapacitados de forma temporária ou definitiva;
6. No desemprego, com medidas de apoio aos desempregados;
7. No ambiente, com mais e melhores jardins;
8. E na Cultura.


Queremos uma gestão próxima, rigorosa e participada.
É este o nosso objectivo!
Para isso construímos uma equipa especializada nas várias áreas de intervenção.
Estamos a elaborar um programa adequado às reais necessidades da população.


Todos os que aqui estão hoje querem que Benfica saia do marasmo e se junte à dinâmica do movimento encabeçado pelo António Costa.

António Costa é seguramente o melhor candidato para Lisboa. Sei que podemos contar com António Costa para construir uma Benfica Solidária assim como António Costa pode contar com Benfica para Unir Lisboa.

Vamos ganhar!
Viva Benfica! Viva Lisboa!

Efectivos
1. Inês Drummond
2. Ricardo Saldanha
3. Noémia Sumavielle Freitas
4. Teresa Santo Cristo
5. Carlos Cardoso
6. Hernâni Silva
7. Marta Rosa
8. Rui Oliveira
9. João Roseta
10. Teresa Damásio
11. João Manuel Viegas
12. Maria C. Clímaco Pereira
13. Ilídio Cláudio Correira
14. Aida Ferreira
15. António Simplício
16. Carlos Marques
17. Natália Humbelina
18. Saulo Chanoca
19. Alberto Hélder
Suplentes
20. Margarida Duarte
21. André Valentim
22. Eduardo Carmo Silva
23. Aida Santos
24. Manuel Nascimento
25. António Cádio Paraíso
26. Sandra Pereira
27. Hugo Pina
28. Ana Marta Silveira
29. Xavier de Basto
30. Diogo Nobre
31. Anabela Fernandes
32. Tiago Vieira
33. Cláudia Paiva
34. Victor Soares
35. Rui Ribeiro Gascon
36. Luísa Maria Ferreira
37. Alfredo Alves
38. Fernando Saraiva

Todas as informações sobre a candidata foram retiradas dos blogues http://ganhar2009.blogspot.com/ e no http://benficasolidaria.blogspot.com/

26 de setembro de 2009

Candidatos pelo CDU à Junta Freguesia de Benfica

João Carlos Pereira
( Cabeça de lista do CDU à JF-Benfica)

41 anos, decorador / designer comercial. Natural da Freguesia de S. Sebastião da Pedreira, Lisboa. Vive desde o nascimento em Benfica.

Militante da JCP/PCP desde 1980. Membro da Comissão de Freguesia de Benfica do PCP. Foi membro do Executivo da Junta de Freguesia de Benfica nos mandatos de 1989/1993 , 1993/1997 e 1997/2001 com os Pelouros da Juventude e Desporto.


Ora bem, isto é um exemplo que deve ser uma lista de candidatos à Freguesia. Esta lista constituído com vários moradores da Freguesia de Benfica.


E o Bairro da Boavista está representado não por um, não por dois, mas sim por 5 moradores. Um exemplo que os outros partidos deviam seguir, e não usar pessoas que frequentam o bairro, depois dizem que são de cá e não são, mas sim pessoas que trabalham tendo ou não ligados a partidos. Espero que um deles seja eleito para defender o nosso bairro.


Os seguintes candidatos e moradores são:


7º. João Janeiro – Mestre OGME (PCP)

20º. Domingos Capitão – Tubista (PCP)

25º. Vítor Rocha - Reformado (Ind.)

28º. Salvador Moreira – Marceneiro (PCP)

31º. Carlos Belchior – Tec. Manutenção (Ind.)

CDU – Benfica apresenta os seguintes candidatos à Junta de Freguesia de Benfica.




A CDU – Benfica tive algum cuidado com o Bairro da Boavista, tivemos direito uma edição especial, nessa edição está descrito os trabalhos que a CDU – Benfica quer fazer no Bairro da Boavista


(Fotos é da autoria, in http://cdubenfica2009.blogspot.com/)


Apelo ao Voto


Apelo ao Voto


Amanhã, os portugueses são chamados a votar. Esta eleição da nova Assembleia da República, da qual sairá um novo governo para Portugal, realiza-se num momento de grande dificuldade e exigência, e num contexto de crise. Tem, por isso, uma importância acrescida.

Na verdade, todos reconhecem que vivemos um tempo que exige um elevado sentido de responsabilidade e de determinação. Todos concordam – e a campanha eleitoral confirmou esta apreciação – que há uma crise que se manifesta por diversas formas. E se nem todos os responsáveis políticos e nem todos os analistas fazem a mesma avaliação das suas causas e da sua caracterização, da sua extensão e da sua profundidade, nenhum deles nega, porém, a sua existência e a necessidade imperiosa de lhe responder com reformas estruturais e com medidas urgentes e eficazes. Todos concordam que não é possível deixar andar, como se nada fosse.

Em democracia, é o eleitorado quem detém a soberania primeira e é ele a fonte da legitimidade. Ao votar, o eleitorado responsabiliza e responsabiliza-se. Estou certo de que o fará com integral consciência das dificuldades desta hora, mas, ao mesmo tempo, com confiança nas instituições e no futuro do nosso país. Em cada eleição é, de facto, o futuro que cada eleitor escolhe e determina – o futuro de cada um e o futuro de todos.

Sabemos que os próximos tempos continuarão a não ser fáceis. Sabemos que as dificuldades e os desafios só se vencerão com o empenhamento de todos. Votar é, sem dúvida, uma forma fundamental e consequente de afirmar esse empenhamento. Portugal exige-o de todos nós. A indiferença e o alheamento da vida da comunidade não resolvem nenhum problema. Pelo contrário: com indiferença e alheamento todos os problemas se multiplicam e se agravam.

Em democracia, todas as crises têm uma solução. A qualidade única das democracias representativas é assentarem a sua legitimidade numa relação de confiança entre os cidadãos e o poder político. Como cidadãos, somos, todos e cada um de nós, os primeiros e os últimos responsáveis pelos destinos da nossa comunidade política nacional. Como cidadãos, temos uma parte de poder e uma parte de responsabilidade que não podemos alienar, quando somos chamados a escolher os nossos representantes.

Portugal está numa encruzilhada. Neste momento, a escolha da melhor forma de responder à crise portuguesa está nas mãos dos cidadãos. Confio no sentido de responsabilidade do eleitorado, na sua seriedade, na sua lucidez. Amanhã, vamos votar com responsabilidade cívica e confiança na nossa democracia e no nosso país. Estou certo de que a escolha dos portugueses será, como no passado ficou demonstrado, a boa escolha para Portugal

Duvidas:

- Onde é que podemos votar?

Na sua Junta de Freguesia, a partir do 15º dia anterior às das eleições, são afixados editais, que anunciam o dia, a hora e locais onde vão funcionar as assembleias ou secções de voto assim como a distribuição de eleitores pelas várias secções de voto da freguesia, indicando os números de inscrição dos eleitores que votam em cada uma (no máximo 1500 eleitores por secção de voto).

Também pode obter esta informação através da Internet em www.recenseamento.mai.gov.pt, pelo telefone 808206206 ou enviando SMS grátis para 3838 (escrevendo RE espaço nº de BI ou CC espaço Data de Nascimento no molde AAAAMMDD).

- Como Votar?

Dirigindo-se à mesa deverá indicar o seu número de eleitor e o seu nome. Identifica-se através do Bilhete de Identificação ou o Cartão de Cidadão, ou na sua falta, documento que tenha fotografia actualizada e que seja habitualmente utilizado para identificação. Pode também identificar-se através de dois eleitores que atestem sob compromisso de honra a sua identidade ou ainda pelo reconhecimento unânime dos membros de mesa.

O presidente da mesa entrega-lhe um boletim de voto, devendo dirigir-se em seguida para a Câmara de Voto. Aí deverá preencher com uma CRUZ (X) o quadrado que está à frente da lista ou candidato em que deseja votar, ou, em caso de referendo da resposta “SIM” ou “NÃO”. Se deteriorar o Boletim devolva-o e peça outro ao presidente da mesa.

Veja aqui um exemplo do Boletim de Voto.

Ainda na Câmara de Voto, dobre o Boletim em quatro com a parte impressa voltada para dentro.

De seguida, dirija-se à mesa e entregue o Boletim ao presidente da mesa que o introduzirá na urna, acto eleitoral em que é o próprio eleitor que introduz o boletim de voto na urna.

Será considerado voto nulo o boletim de voto:

· - No qual tenha sido assinalado mais do que um quadrado ou quando haja dúvidas sobre qual o quadrado assinalado;

· -No qual tenha sido assinalado o quadrado correspondente a uma lista que tenha desistido das eleições ou não tenha sido admitida;

· -No qual tenha sido feito qualquer corte, desenho, rasura ou quando tenha sido escrita qualquer palavra;

· -Contendo voto antecipado, quando o boletim de voto não chegar à mesa de voto nas condições legalmente previstas, ou quando seja recebido em sobrescrito que não esteja devidamente fechado.

Será considerado voto em branco o boletim de voto que não tenha sido objecto de qualquer tipo de marca.

Os eleitores afectados por doença ou deficiência física notórias que a mesa verifique não poderem votar sozinhos, podem ser acompanhados por um cidadão eleitor por si escolhido. Se a mesa tiver dúvidas sobre a notoriedade da doença ou deficiência física poderá exigir um atestado comprovativo da impossibilidade de votar sozinho, emitido por médico que exerça poderes de autoridade sanitária na área do município Para esse efeito os centros de saúde estão abertos nos dias de eleições.

Votar constitui um direito e um dever cívico, pelo que os responsáveis pelas empresas ou serviços, em actividade no dia das eleições, devem facilitar aos trabalhadores dispensa do serviço pelo tempo suficiente para o exercício deste direito.

Quem é que está a concorrer?

Pode consultar aqui a lista de todos os partidos políticos e coligações de partidos que concorrem às eleições Legislativas para a Assembleia da República de 27 de Setembro de 2009, ordenados alfabeticamente.

B.E.

Bloco de Esquerda

PCP-PEV

CDU - Coligação Democrática Unitária

MEP

Movimento Esperança Portugal

MMS

Movimento Mérito e Sociedade

PCTP/MRPP

Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses

PND

Partido da Nova Democracia

MPT

Partido da Terra

P.H.

Partido Humanista

PNR

Partido Nacional Renovador

POUS

Partido Operário de Unidade Socialista

CDS-PP

Partido Popular

PPM

Partido Popular Monárquico

PPD/PSD

Partido Social Democrático

PS

Partido Socialista

PTP

Partido Trabalhista Português

PPV

Portugal pro Vida

25 de setembro de 2009

Comprometeram-se e vai ser Comprido


Comprometeram-se
e vai ser Comprido

.

Na sequência da visita do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Dr. Manuel Salgado, e da candidata à Junta de Freguesia de Benfica, Dra. Inês Drummond, a partir de amanhã, dia 25 de Setembro, podemos ter novos bancos de jardim nos passeios junto aos lotes A até D, e também nos lotes 50 a 53. A D. Gilda Caldeira, moradora, explicou ao Dr. Manuel Salgado que vários idosos tinham dificuldades em sair para passear por não terem bancos perto dos seus lotes. Deu o exemplo da sua mãe, que se aproxima dos 86 anos.


engenheira da CML que esteve hoje no local disse que a Câmara já havia recebido pedidos da Junta de Freguesia de Benfica para colocação de pilaretes e bancos de jardim, mas que nenhum pedido havia sido feito para a Boavista.


Foi denunciado à Dra. Inês Drummond que os jardins junto dos lotes estavam quase todos secos. Foi também revelada a situação dos lotes 50 a 53. O projecto inicial apresentado pela engenheira a cargo da obra incluía clarabóias e janelas, mas durante a construção os moradores verificaram que umas não foram colocadas e as outras foram substituídas por blocos de vidros. Em caso de fogo, o fumo não tem como sair do lote, o que cria uma situação muito perigosa.


Foram mostradas as empenas das torres laranjas (lotes 12, 24, 26), que têm várias rachas. Nesses mesmos lotes há queda de azulejos. Mostrou-se as casas degradadas na alvenaria, onde actualmente vivem toxicodependentes. Em alguns momentos o assunto foi actuação da Gebalis no bairro, nomeadamente por não dar resposta aos pedidos de desdobramento de vários moradores. Além destes problemas, denunciou-se ainda a degradação da calçada em vários pontos do bairro e a falta de passadeiras nas escolas.


A moradora Sandra Pinto denunciou à candidata vários problemas que a escola do Bairro da Boavista apresenta; entre eles, disse, está o de não ter papel higiénico.


A Dra. Inês Drummond visitou várias casas na zona da alvenaria. Uma delas foi a da D. Patrícia, que vive num T4 com 3 casais e 4 crianças. A casa mostra extrema degradação. Gebalis prometeu resolver o assunto à moradora mas tal não se concretizou. Em breve a moradora vai apresentar uma sugestão: no Lote 11 vive uma senhora num T3, que apresentou um pedido para um T1; o T3 libertado ficaria para a D. Patrícia.


A candidata ficou feliz quando viu quatro idosas sentadas num banco do bairro, por ter ouvido antes que os bancos eram colocados mas ninguém os usava. Uma senhora respondeu: «Este banco foi colocado a nosso pedido. Já temos uma certa idade e precisamos de descansar, e aqui estamos. As nossas amigas também pediram [um banco] lá para o fundo da rua mas ainda esperam pelo banco em pé».


A Dra. Inês visitou o Jardim da Pedra, um local de lazer onde por vezes se fazem arraiais; mas o assunto de hoje não foi festa, mas antes a falta de iluminação no local, que este blogue denunciou há tempos junto da Câmara Municipal. Dos 30 candeeiros, só 10 estão acesos, o que à noite é totalmente insuficiente. Explicou-se que o problema se devia em boa parte à falta de protecção dos candeeiros.


Para terminar, a candidata disse: «Bom, hoje fiquei a conhecer o bairro, e conto com a participação dos moradores para resolver os assuntos do Bairro da Boavista».


Deixamos aqui algumas fotos:


24 de setembro de 2009

Pedro Santana Lopes visita o Bairro da Boavista




Pedro Santana Lopes

visita o Bairro da Boavista

Na passada segunda-feira, dia 21 de Setembro, a uma semana do início da campanha para as eleições autarcas de Lisboa, o candidato à Câmara Municipal de Lisboa pelo PSD, Dr. Pedro Santana Lopes visitou o nosso Bairro.

Uma visita calma, em que percorreu o bairro, andou a ver as casas fechadas, a piscina que recentemente foi aberta ao público, o campo de futebol reconstruído pela Junta, os clubes, casas de moradores e algumas instituições.

"Fez obra no bairro". Mas também ouviu um comentário duma senhora, referindo que o mesmo «roubou na Câmara, agora vem roubar para aqui». Prometeu à população acabar com a Gebalis (empresa camarária que gere os bairros sociais de Lisboa).


(ainda teve oportunidade dar uns toques na bola)


Esta visita deu-se inicio às 18.30 horas e durou cerca de hora e meia. Sempre acompanhado pelo candidato do PSD à Junta de Freguesia de Benfica, Sr. Domingos Alves Pires, Sr. Monteiro (presidente da Associação de Moradores), Vogal da Cultura da JF-Benfica, Sr. Alfredo e alguns moradores do bairro.

Por motivos pessoais, eu, Joaquim Pinto, autor do blogue não pude acompanhar a visita do candidato, mas ainda registei duas fotos da sua visita.

Pequeno video da passagem do Dr. Pedro Santana Lopes no Bairro da Boavista

(Publicado por Lisboa com Sentido, in http://www.pedrosantanalopes.net/?idc=40&idi=3053)


23 de setembro de 2009

Caravana do PS esteve no Bairro da Boavista


Caravana do PS esteve

no Bairro da Boavista

No passado Domingo, 20 de Setembro, vários candidatos a deputado à Assembleia da Republica pelo PS estiveram no Bairro da Boavista.

A visita tinha sido programada com os moradores. Muitos deles animaram as ruas do nosso bairro, distribuindo camisolas, raquetes, sacos, bandeiras, enfim um pouco de tudo.

Junto com este grupo, esteve também a candidata à Junta de Freguesia de Benfica, Dr.ª Inês Drummond, sempre com um ar bem disposto: Vários moradores tentaram pedir ajuda, explicando o seu caso. A candidata, por seu lado, prometeu vir novamente ao Bairro na próxima Quinta-feira (dia 24 de Setembro) para saber um pouco mais da realidade do Bairro da Boavista.

À pergunta sobre o que esperava fazer aqui no Bairro se ganhasse a Junta de Freguesia de Benfica, a candidata respondeu:

- «Bom!… O Bairro da Boavista está como um dos bairros prioritários na Câmara Municipal para se iniciar obras (na Alvenaria). O projecto que a Câmara Municipal de Lisboa apresentou à União Europeia é para fazer aqui um "ECO BAIRRO". Basicamente, seria utilizar as águas gastas nas cozinhas e noutros pontos da casa, para depois usar em sistemas de rega, aproveitando também o sol e o vento que aqui se faz. Daqui a dois meses teremos essa resposta. Até lá esperamos.

Também, juntamente com a Associação de Moradores, conhecer a realidade do Bairro, em caso de não conseguirmos estabelecer diálogo, vamos ter com 3 moradores mais activos na comunidade e com eles saber, caso a caso, em que podemos ajudar os moradores.»

Durante a visita, tentou-se a ir a todo lado e falou-se da actuação da Gebalis no Bairro. Na passagem pelo Clube Desportivo Lisboa e Águias, falou-se com o Presidente da Assembleia Geral do Clube, Sr. Brites, que cumprimentou a candidata: «Sinto-me triste porque os partidos juntamente com os “Presidentes de Junta ou da Câmara” só visitam o Bairro da Boavista quando há eleições”.

Deixamos aqui, algumas fotos.


Nota:

Sr. Autarca, gostaria de registar a sua passagem no Bairro da Boavista, basta deixar uma mensagem na caixa de correio electrónico de joaquimsousa.pinto@gmail.com (Joaquim de Sousa Pinto, blogger de http://bairrodaboavista-lisboa.blogspot.com/) com as datas, horas e os locais que se iniciam as arruadas.