23 de abril de 2015

Primeira Edição do Festival da Juventude - 22 de abril a 6 de junho


A Junta de Freguesia de Benfica realiza, de 22 de abril a 6 de junho, a primeira edição do Festival da Juventude.
Com uma programação criada a pensar nos jovens da freguesia, a 1ª edição do Festival da Juventude irá decorrer durante mais de um mês em diversos equipamentos e espaços públicos da freguesia, como o Jardim do Eucaliptal, o Parque Silva Porto, o Adro da Igreja de Benfica, a Estação de Benfica, o Campus do IPL, o Parque Florestal de Monsanto ou o Auditório Carlos Paredes.
O evento arranca amanhã, pelas 21h30, com o Encontro de Tunas, no Campus do IPL.
Participa!

Possível encerramento do Novo Centro de Saúde do Bairro da Boavista (SNS)

Sessão de Assembleia de freguesia, com palavras da Presidente daAssociação Moradores Bairro BoavistaGilda Caldeira, sobre a perspectiva de encerramento do Centro de Saúde do Bairro da Boavista.
 — com Tiago Rodrigues e 6 outras pessoas.

Termina Amanhã (24 Abril) as candidaturas ao FEAC (Apoio Alimentar a Carênciados)


Programa Biofesra RTP - Ambientalmente Proativos no dia 25 de Abril (sábado) às 11h30


17 de abril de 2015

Galerias Romanas de Lisboa - Visitas de 17 abril a 19 abril - das 10:00h - 18:00h (ultima entrada é às 17h30)

As visitas começaram hoje. Todos querem conhecer as Galerias Romanas.
17 abril a 19 abril - 10:00h - 18:00h
Última entrada às 17h30
(Caso se verifique grande afluxo de público, a fila pode encerrar mais cedo)
Visitas realizadas em grupo, sem marcação | Entrada livre...
Ver mais

aprovada a candidatura à 1º fase de Pré-Qualificação ao Programa de Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC) da "+ Benfica - Associação de Desenvolvimento e Co-Governança Local"


Foi ontem (16 de Abril) aprovada a candidatura à 1º fase de Pré-Qualificação ao Programa de Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC) da "+ Benfica - Associação de Desenvolvimento e Co-Governança Local", tendo assim esta associação, formada por várias entidades da freguesia, visto todo o esforço desenvolvido ser merecedor de reconhecimento.
Das 175 candidaturas ao nível nacional, Benfica fez parte das 78 aprovadas, sendo que para a região de Lisboa apenas 21 conseguiram a aprovação. Este DLBC permitirá atrair investimento do Fundo Social Europeu para a freguesia ao nível da educação, empregabilidade e combate à exclusão social e pobreza, estando disponíveis 27 milhões de Euros nos próximos 3 anos, para a Região de Lisboa.
Este foi mais um passo em frente para a freguesia de Benfica, que através da recém-criada "+ Benfica - Associação de Desenvolvimento e Co-Governança Local", conseguiu mobilizar os parceiros locais na implementação de uma estratégia de desenvolvimento da freguesia.
Agradecemos uma vez mais a colaboração e empenho de todas as Entidades associadas, e estamos certos de que, em conjunto, temos todas as condições para fazer mais e melhor por Benfica!
Parabéns à + Benfica, parabéns aos parceiros, parabéns a Benfica!!!

Sessões Informativas de Apoio ao Emprego e Apoio ao Imigrante


O ECRI (Em Cada Rosto Igualdade) e o GIP (Gabinete de Inserção Profissional) do Bairro Boavista vão realizar quatro sessões informativas de apoio ao emprego e apoio ao imigrante.

Estas sessões vão decorrer sempre entre as 15.30h e as 17h nas seguintes datas e locais:

20 de abril, no ECRI, nas Portas de Benfica
21 de abril, no GIP no Bairro da Boavista
11 de maio, no ECRI, nas Portas de Benfica
12 de maio, no GIP no Bairro da Boavista

Nestas sessões o ECRI estará disponível para informação e apoio aos imigrantes, e o GIP prestará apoio nas técnicas de procura de emprego.


16 de abril de 2015

Pensar a reabilitação de fachadas caso a caso

Pensar a reabilitação de fachadas caso a caso
Marisa Vitorino Figueiredo
Diz-me que fachada és, dir-te-ei qual a melhor solução de reabilitação. Este poderia ser o mote do workshop SECIL que, terça-feira, encerrou mais um dia da Semana da Reabilitação Urbana. Ao longo das apresentações de três casos distintos – eficiência térmica em habitação social, reabilitação de fachadas históricas e reabilitação de um teatro – ficou patente que são as condições do edificado e as necessidades de cada projecto que ditam a solução de reabilitação a adoptar.

“Não vale a pena ter soluções-tipo”, confirmou, exactamente, Luís Brás, da Gebalis, entidade municipal de Lisboa responsável pela gestão dos bairros municipais. Numa intervenção dedicada à reabilitação dos bairros da Boavista e do Condado, com vista ao isolamento térmico das paredes envolventes e a “garantir níveis de conforto” aos moradores, o responsável frisou que as diferenças entre cada uma das arquitecturas e estado actual dos edifícios levaram a opções distintas.

No caso do bairro do Condado, por exemplo, a escassa área plana das fachadas, em função dos recortes existentes, condicionaram as opções de reabilitação. Perante a dificuldade acrescida de utilizar o sistema de isolamento térmico ETICS em placa, o projecto acomodou uma solução de argamassas térmicas “com base na trabalhabilidade do material, adaptação à arquitectura e moldagem in situ”.

Já no bairro da Boavista, a obra procurou resolver a fissura generalizada existente do reboco, melhorando também as condições térmicas do edificado. Nesta intervenção, uma vez que existiam áreas largas áreas planas nas fachadas, a solução residiu mesmo em placas ETICS. A sustentabilidade da solução, até porque a intervenção foi feita no âmbito do programa Eco-Bairros, foi um factor crucial à tomada de decisão.

Importância crescente da reabilitação

Com uma “dinâmica superior à da construção nova, aproximando-se dos dois dígitos”, as oportunidades na reabilitação foram sublinhadas pela SECIL, através da intervenção de Sérgio Alves Martins, da comissão executiva da empresa. O responsável, que iniciou a sessão, referiu “cada vez mais oportunidades” no sector, numa tendência que permite à reabilitação nacional estar mais próxima da média europeia.

A par dos exemplos de reabilitação térmica nas fachadas dos bairros sociais de Lisboa, foram também apresentados outros casos práticos de reabilitação na cidade: o Teatro Thalia, na zona das Laranjeiras, e dois edifícios com fachadas antigas na Baixa Pombalina e Avenida da República. No caso do teatro, optou-se por “uma ‘pele’ de betão que envolve toda a ruína” da estrutura inicial. Já para os restantes dois edifícios, a reabilitação da fachada foi feita com argamassas de cal hidráulica natural, de forma a preservar as características históricas dos edifícios. 

15 de abril de 2015

GABIP/QREN Eco-Bairro da Boavista Ambiente+, o reconhecimento internacional pelo "outstanding initiative on urban innovation"

Rui Neves Bochmann Franco
Como bónus do trabalho de tantos na coordenação do GABIP/QREN Eco-Bairro da Boavista Ambiente+, o reconhecimento internacional pelo "outstanding initiative on urban innovation" a propósito do projecto de arquitectura para as "alvenarias".
Neste momento histórico em que a Câmara Municipal de Lisboa inicia a tão desejada e necessária construção das habitações nos bairros da Boavista e Padre Cruz, parabéns a todos os parceiros, técnicos, júri, Associação Moradores Bairro Boavista, concorrentes e vencedores (Orange https://www.facebook.com/orangearquitectura?fref=ts) do concurso público de arquitectura.

Férias Seniores (os Avós) e Benfica em Férias (Famílias)

As inscrições para os programas de Férias Seniores e Benfica em Férias vão decorrer entre os dias 22 e 30 de abril e 4 a 29 de maio, respetivamente.

O Programa Férias Seniores é um programa direcionado a residentes na freguesia com mais de 65 anos, comparticipado pela Junta de Freguesia de Benfica, e que tem como objectivo proporcionar aos seniores da Freguesia uma semana de férias, fora, em clima de Praia, com tempos livres suficientes para desfrutarem deste período de descanso. O destino destas ferias é Monte Gordo, no Algarve.

Com o programa "Benfica em Férias" a Junta de Freguesia de Benfica disponibiliza à população, durante o mês de Agosto, transporte GRATUITO para a Praia de Carcavelos.

Inscreva-se e Participe!

Para mais informações contacte o Gabinete de Ação Social da Junta de Freguesia de Benfica. 
Telf: 217 123 000

3 de abril de 2015

Com orgulho comunico: Pe. AGOSTINHO SOUSA, foi nomeado Superior Conselho Provincial

Dehonianos: Novo Superior Provincialimprimir

Comunico que o Superior Geral, Pe. José Ornelas Carvalho, nomeou, na manhã do dia 2 de Abril, o novo Superior Provincial e Conselho Provincial para o triénio 2015-2018, assim constituído:
 
Superior Provincial: Pe. José Agostinho de Figueiredo Sousa
1º Conselheiro: Pe. António José Martins de Paiva Loureiro
2º Conselheiro: Pe. Pedro Fernandes Coutinho
3º Conselheiro: Pe. Roberto Viana Soares
4º Conselheiro: Pe. João Nélio Simões
 
 
Felicito estes nossos confrades por terem aceite desempenhar este serviço à Província. Faço votos para que o Senhor os ajude a levar por diante esta missão, com alegria, generosidade e dedicação, dóceis ao Espírito Santo e atentos aos desafios que se nos apresentam nestes tempos mais próximos.
 
O Superior Provincial e o seu Conselho tomarão posse a 1 de Julho de 2015, no Seminário Nossa Senhora de Fátima. Antes, no dia 30 de Junho, realizar-se-á uma sessão do Conselho Provincial cessante com o Conselho Provincial nomeado para partilha de informações sobre a vida e situação da Província e passagem de testemunho. Depois, a 1 de Julho, já em plenitude de funções, terá lugar a primeira sessão do Conselho para programar o triénio 2015-2018 e abordar os assuntos correntes da vida da Província.
 
Além do Superior Provincial e Conselheiros, fazem parte do Governo Provincial o Ecónomo Provincial e o Secretário Provincial. Ao Ecónomo Provincial compete administrar os bens da Província. O mandato do actual Ecónomo Provincial, Pe. António Tomás Correia, termina a 11 de Agosto de 2016. Ao Secretário Provincial compete coadjuvar a actividade do Superior Provincial e seu Conselho bem como dos organismos Provinciais. O mandato do actual Secretário Provincial termina a 30 de Junho de 2015. Compete ao novo Superior Provincial, com o parecer do seu Conselho, nomear o Secretário Provincial.
 
Agradeço aos actuais Conselheiros, Ecónomo e Secretário Provinciais a dedicação e a generosa colaboração nestes anos de trabalho em conjunto no serviço à Província e desejo que continuem a exercer com pleno empenho o seu mandato nos meses que medeiam até à tomada de posse daqueles que acabam de ser nomeados para nos suceder nos cargos que temos vindo a desempenhar.
 
Unido no Coração de Cristo e agradecido a Deus pela nomeação do novo Superior Provincial e seu Conselho, envio-vos um abraço amigo e fraterno.
Desejo a todos Páscoa Feliz.
 
 
Pe. Zeferino Policarpo, scj
superior provincial
 
 
 
Pe. José Agostinho de Figueiredo Sousa - Curriculum
 
O Pe. José Agostinho de Figueiredo Sousa, filho de António de Sousa e de Dulcínia Fernanda Pereira de Figueiredo, nasceu a 1 de Fevereiro de 1965, em Alvarenga, Arouca, Diocese do Porto. Foi baptizado a 14 de Fevereiro de 1965, em Alvarenga, e crismado a 20 de Maio de 1980, no Seminário Missionário Padre Dehon, no Porto. Frequentou o Seminário Missionário Padre Dehon (Porto), de 1975 a 1980, e o Instituto Missionário Sagrado Coração (Coimbra), entre 1980 e 1982, fazendo aí a sua formação liceal. Depois de um ano de Noviciado, na Casa Sagrado Coração de Jesus, em Aveiro, emitiu a Primeira Profissão a 29 de Setembro de 1983 e, mais tarde, a Profissão Perpétua a 6 de Janeiro de 1990, no Seminário Nossa Senhora de Fátima, em Alfragide, Lisboa. Iniciou os estudos filosófico-teológicos na Universidade Católica de Lisboa em 1983, interrompendo-os por dois anos para um estágio de Vida Religiosa como Assistente, no Colégio Missionário Sagrado Coração (Funchal). Concluiu o Curso de Teologia na Universidade Católica, em Lisboa, em 1991. Foi ordenado Diácono a 7 de Julho de 1991, no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, e Presbítero a 2 de Agosto de 1992, no Seminário Missionário Padre Dehon, no Porto. Entre 1992 e 1995 integrou a comunidade do Seminário Missionário Padre Dehon, no Porto, onde foi Educador e Director Espiritual. Entre 1995 e 1999 integrou a comunidade do Centro Dehoniano, no Porto, sendo Vigário Paroquial da Paróquia da Boavista. De 1999 a 2004 exerceu as funções de Director da Obra Social ABC (Amici Boni Consilli), em Rio Tinto (Porto), propriedade da Província, e assistindo pastoralmente várias comunidades cristãs das redondezas. Desempenhou o cargo de 1º Conselheiro Provincial de 1 de Julho de 2003 a 30 de Junho de 2006 e de 1 de Julho de 2006 a 30 de Junho de 2009. De 12 de Agosto de 2004 a 11 de Agosto de 2010 exerceu a função de Superior do Seminário Nossa Senhora de Fátima, em Alfragide. De Setembro de 2010 a Outubro de 2013 estudou Doutrina Social da Igreja, no Instituto Católico de Paris, colaborando com a Província da Europa Francófona na actividade paroquial e, mais recentemente, na formação dos candidatos Dehonianos daquela entidade da Congregação. A 11 de Julho de 2014 foi nomeado colaborador do Ecónomo Geral da Congregação para projectos de desenvolvimento cooperação e ajuda humanitária e para o contacto com os organismos públicos e eclesiais de solidariedade. Com a nomeação do Pe. José Agostinho para Superior Provincial, termina a colaboração que prestava à Província da Europa Francófona e ao Ecónomo Geral.
 
Pe. Zeferino Policarpo, scj
superior provincial