29 de setembro de 2014

2º Passeio do Lisboa e Águias junta 300 participantes

2º Passeio do Lisboa e Águias junta 300 participantes

aias
Dia 28 de setembro, último domingo do mês, acordou com um tempo ameno, e a ausência da chuva deu espaço ao sol, propício para umas boas pedaladas, fomos até Lisboa, mais propriamente ao pulmão da capital, o Bairro da Boavista, para participar no passeio inserido no calendário oficial da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), e realizado pelo Clube Desportivo Lisboa e Águias.
Bem cedo começaram a chegar os participantes, confirmadas as inscrições, dois dedos de conversa, e pelas nove horas tudo apostos para dar início às pedaladas. Às 9,15 o pelotão com cerca de três centenas de cicloturistas começava a rolar, pela frente um trajeto com uma extensão de 60 quilómetros aproximadamente, com passagem por; Pina Manique, Buraca, Benfica, Largo da Luz, Sete Rios, Alameda das Universidades, Campo Grande, Campo Pequeno, Saldanha, Marques de Pombal, aqui feita inversão de marcha, pela Av. Fontes pereira de Melo, novamente o Saldanha, Entre Campos, Av. Igreja, Av. Rio de Janeiro, Av. Brasil, Rotunda do Relógio, Encarnação, Praça José Queiroz, Expo, Gare do Oriente, Av. Infante D. Henrique, Santa Apolónia, Terreiro do Paço, Cais do Sodré, Alcântara, Belém, Algés, Av. Das Descobertas, Cabo de Ávila, Estrada da Portela, Estrada de Monsanto, e Sede do Águias, local de onde a caravana partiu, e chegou pouco passava das 12,30.

Olhando pedalada a pedalada:

Recente ainda na modalidade, o C. D. Lisboa e Águias é um grupo que já se impõe nos eventos, assíduo nos passeios, já demostra muita maturidade, e o seu 2º passeio foi sem dúvida excelente, a organização esteve bem, soube manter a pedalada, proporcionando assim acessível a todos, num pelotão composto com elementos masculinos, muitos femininos, e muitos alguns jovens, o que é importante para a modalidade, onde todos em conjunto, conseguiram proporcionar uma manha de fortes pedaladas, com um trajeto de dificuldade baixa/média, onde talvez as maiores dificuldades fossem para a subida da Av. Das Descobertas, de Algés até ao alto do Restelo, onde lá no cimo sem parou para reagrupar, para que todos pudessem chegar em pelotão compacto ao local da partida, o complexo desportivo do Clube Desportivo Lisboa e Águias.
pelo
Apesar de muitos dizerem que Lisboa não é ciclável, hoje mais uma vez se demostro que isso não é verdade, e as bicicletas provaram isso, ao mesmo tempo que alegraram e coloriram alguns dos pontos mais emblemáticos da capital. E neste passeio temos de salientar também o excelente trabalho feito pela divisão de trânsito da PSP de Lisboa, que deu segurança a toda a longa caravana.
Pudemos ainda neste passeio que contar ainda com um abastecimento sólido e liquido na zona da Matinha, e no final, os participantes além das tradicionais lembranças alusivas ao evento que recebem, ainda puderam deliciar-se com um petisco, grelados diversos, a fim de recuperar as energias desperdiçadas, ao mesmo tempo que relembravam os bons momentos passados, e confraternizaram tarde dentro.
Quase em final de reportagem, ainda falamos com um dos responsáveis pela organização, Maria Gouveia dizia-nos; “Foi o nosso segundo passeio, temos de fazer um balanço positivo, apenas a lamentar duas quedas, mas nada de especial. O tempo ajudou, tivemos mais participantes do que a edição anterior, o que para nós é muito positivo, isto é uma maneira de convivermos, de passarmos um domingo, e de praticarmos desporto. Este passeio é para continuar, nós vamos continuar a pedalar por ai, e fica a mensagem de tentarmos para o ano de ter ainda mais participantes, e fica a mensagem, pedalem”.
E foi sem dúvida um belo passeio, uma excelente organização, um passeio que se recomenda, finalizamos deixando os parabéns, esperamos voltar em 2015, deixando agora com os votos de bons passeios boas pedaladas, voltaremos no próximo fim-de-semana com mais notícias, desta vez novamente na capital, para o passeio dos três concelhos, um evento de grandes tradições organizado pela CGTP, com saída e chegada à Alameda das Universidades em Lisboa.
Texto e fotos: José Morais

23 de setembro de 2014

Decorre a votação para o OP da freguesia de Benfica - 30 de Setembro


Está a decorrer a votação para o Orçamento Participativo da freguesia de Benfica!

Até ao dia 30 de setembro todos os residentes na freguesia maiores de 18 anos, ou estudantes nas escolas de Benfica, maiores de 16 anos, podem votar num dos 13 projetos aprovados.

Para votar basta trazer o cartão de cidadão e cartão de estudante (no caso dos estudantes na freguesia) e dirigir-se à Junta de Freguesia de Benfica, de 2ª a 6ª feira entre as 9h e as 20h.

Consulte a lista de projetos a votação em:

Participe!


22 de setembro de 2014

O Bairro demonstrou claramente no FACEBOOK que apoia o Hugo Miranda (Máritá) no SS5 da TVI


Na Associação Moradores temos Livros Escolar disponíveis desde o 1º ao 12º ano


Bom dia! 

Já conseguimos e vamos voltar a conseguir a encontrar o do livro que o seu filho precisa para a Escola ....na Associação Moradores Bairro Boavista pode encontrar para mais de 200 livros à disposição (que pode levar gratuitamente). 

Deixamos o convite a quem tenha livros dos filhos que já passaram de ano e não precise para outro membro da família/amigo/vizinho referente a este ano, pode trazer... Os futuros destinatários agradecem. 

Um bom dia, Joaquim Sousa Pinto

O Hugo Miranda (Máritá) está no Secret Story 5 (Casa dos Segredos da TVI)

Hugo

Frase - "Prefiro ser conquistado que conquistar"
Segredo - Por revelar
Saldo - 10.000 euros
Hashtag - #HUGOss5
Telefone para votar neste concorrente - 760 20 20 10

Tem 25 anos e vem de Lisboa - BAIRRO DA BOAVISTA. Trabalha como empregado de mesa nos pastéis de Belém e adora o que faz. Nos tempos livres frequenta o ginásio. Gosta de ler jornais desportivos e de assistir a todo o tipo de programas desportivos. Diz ser viciado no trabalho, na família e no descanso. Considera-se poupado, desconfiado e inseguro. Quer entrar na Casa dos Segredos para ser testado ao mais alto nível e para ser famoso.

21 de setembro de 2014

Abertas inscrições para todos os grupos paroquiais




Caros paroquianos:

Estão abertas inscrições para todos os grupos paroquiais. Inscreva-se ou esclareça-se após a missa dominical ou após as missas semanais (3ª e 5ª feiras).
Se tem crianças a seu cargo que completam, até 31 de dezembro, os 6 anos de idade, inscreva-as na Catequese. 
Se é adulto e não é batizado, crismado ou se pretende fortalecer a sua Fé, está na hora de avançar.....

13 de setembro de 2014

A Equipa de Monitores da CAF/AAAF Escola EB1 Arquiteto Ribeiro Teles e Jardim de Infância nº5 no Bairro da Boavista


Equipa de Monitores da CAF/AAAF da Escola EB1 Arquiteto Ribeiro Teles e Jardim de Infância nº5 no Bairro da Boavista. 

Nome: Fernanda, Nuno, Rosinha e Catarina

As inscrições para as Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF) e Componente de Apoio à Família (CAF) dos Estabelecimentos de Educação e Ensino da Freguesia de Benfica podem ser efetuadas a partir do dia 1 de Setembro, junto dos monitores das respectivas Escolas e Jardins de Infância.

Documentos obrigatórios:
  • Cartão de Cidadão da criança.
  • Comprovativo do Escalão da Segurança Social

Consulte as Normas de Funcionamento:

14 de Setembro às 10h30 - 1ª Missa Dominical do Pe. David Mieiro

Padre Agostinho de Sousa com Padre David Mieiro (Paraco da Bairro Boavista)

Amanha, dia 14 de Setembro de 2014 às 10h30 realiza-se na Igreja São José do Bairro da Boavista a primeira missa dominical presidida pelo Padre David . 

Iremos com muito gosto assistir à primeira missa, será um jovem que coordenará a Paroquia do Bairro, irá ter o apoio de toda a comunidade. 







8ª edição do Festival ImigrArte que decorrerá nos dia 15 e 16 de Novembro de 2014



Olá a todos/as!

Vimos por esse meio convidar todos/as vocês a participar na 8ª edição do Festival ImigrArte organizado pela Solidariedade Imigrante, que decorrerá nos dia 15 e 16 de Novembro de 2014, em local a confirmar posteriormente no centro de Lisboa.

Os objectivos principais do Festival ImigrArte são a promoção da interculturalidade e cidadania, a valorização dos imigrantes, a defesa dos seus direitos, a divulgação das suas culturas e artes e a promoção do mútuo entendimento entre os portugueses e os imigrantes.

A organização do Festival está baseada numa filosofia de custo zero, porque os recursos financeiros de que a associação dispõe são muito limitados. A entrada para todas as actividades do Festival é gratuita, e a participação no Festival ImigrArte dos artistas/participantes/associações é feita de forma voluntária e sem contrapartidas financeiras por parte da organização do Festival. (Relativamente ao transporte e alimentação dos artistas/participantes, agradecemos que entre em contacto connosco para conhecer o que poderemos oferecer em cada caso específico.)

Como cada ano, gostávamos de apresentar durante o Festival várias actividades que representem duma maneira mais variada possível a cultura e as artes realizadas por imigrantes.
-------------------------------------------------------------------------

Os interessados podem participar como:

- Artista ou grupo de dança, música, teatro, pintura, fotografia/cinema/contadores de histórias/poesia/literatura/magia/malabarismo/artes de rua/outra.
- Professor/a de workshops para: crianças/ adolescentes/ adultos/ idosos/outros.
- Conferencista/dinamizador/a de: debates/ tertúlias/ assembleias/ outras.
- Com qualquer outra actividade que nos podem sugerir.

Os interessados podem também participar com uma banca de:

artesanato/comidas/bebidas (de preferência típicas de cada país e não produtos importados)/divulgação/outra.

Nota: Cada associação fica responsável pela sua banca.
Se quiser participar no Festival, por favor preencha o formulário de inscrição (em anexo) e envie-nos para:festivalimigrarte@gmail.com
A data limite de inscrições é no dia 15 de Setembro de 2014 (inclusive).

Existe limite de inscrições. A organização reserva o direito de fazer uma selecção das propostas recebidas tendo como critérios a diversidade cultural e a máxima representatividade das associações convidadas a participarem, no programa final.