ECO BAIRRO no DESTAK - "Eco-bairro da Boavista deixou de ser viável e loteamento novo cai - Helena Roseta"




LISBOA

Eco-bairro da Boavista deixou de ser viável e loteamento novo cai - Helena Roseta

26 | 01 | 2012   00.09H
O projeto para o eco-bairro da Boavista, em Lisboa, deixou de ser "viável economicamente" e a Câmara decidiu não avançar com a construção de quase mil fogos, disse na quarta-feira a vereadora da Habitação, Helena Roseta.
Apesar de em 2010 ter sido aprovada a candidatura ao Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) do eco-bairro da Boavista, o projeto deixou de ser "viável economicamente" e a autarquia decidiu "não dar seguimento ao loteamento aprovado", disse hoje Helena Roseta em reunião de Câmara.
A operação urbanística, a desenvolver pela Empresa Pública de Urbanização de Lisboa (EPUL), previa a demolição integral do Bairro de Alvenaria, de forma a viabilizar a construção de 922 fogos e a realojar 492 famílias, segundo disse a vereadora.

Comentários

  1. Joaquim, o Eco-Bairro não deixou de ser viável. Tudo prossegue, excepto o loteamento. Ou seja, separar por lotes, urbanizando, para construir e comercializar. É isso que não vai ser feito. O bairro não vai ser demolido de uma vez para lotear, construir, e vender quando não há crédito e as famílias e o País vivem em crise. O que se vai fazer, é ir gradualmente substituindo por fases as habitações existentes. E a CML irá manter as intervenções no edificado, no espaço público, e nas infraestruturas , no valor elegível no QREN: 6,6 milhões de euros. E o projecto mantém os apoios ao empreendedorismo e criação de emprego ( 350 mil euros) e apoio às famílias (440 mil euros). Mas tudo isso sairá explicado ainda hoje em declarações da vereadora

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ODISACO oferece 10 kg de sacos para Mercado Solidário

Associações Moradores da Boavista, Pedralvas, Calhariz e Santa Cruz, juntaram e vão costurar 900 máscaras